quinta-feira, 23 de abril de 2009

ESTOU BEM SOZINHO

Isso mesmo que você leu no título da postagem. Eu consigo me sentir bem sozinho, mesmo tendo chegado ao ápice de um relacionamento amoroso/sexual com outra pessoa do mesmo sexo.

Na última postagem falei sobre meu namorado. O primeiro. O Junior (e este não é seu nome verdadeiro) é uma pessoa bacana. Gostei dele, da forma como nos conhecemos, do processo de aceitação, de carinho, afeto e de amor. Não obstante, algo em mim e nele também, porque fora recíproca, deu-nos a sensação de fim, ou de no mínimo, de pausa. Eu sabia que depois de ter vivido essas vinte e quatro horas haveria uma separação entre nos dois. Na realidade, eu pressenti isto. Somos muito diferentes, com histórias de vidas e níveis sociais diferentes - e, com essa primeira experiência pessoal de namoro, aprendi que estes fatores são totalmente relevante -, com projeções profissionais e ambições pessoais diferentes. Universos tão diferentes a ponto do sentimento que vivenciamos não ser capaz, pelo menos por ora, de ultrapassá-los.

Não vou ficar chorando o leite derramado. Prefiro continuar a vida. Minha fase depressiva foi no processo de auto-aceitação da homossexualidade. Fase superada. Superadíssima aliás. Creio que, modéstia parte, sou um rapaz bacana, vindo de uma formação familiar estruturada, que respeite o próximo e a diversidades de pensamentos e posicionamentos, sei que sou bonito (não lindo, mas interessante). Sei que não irei ficar. Mas mesmo que fique, eu estou bem sozinho!

Não estou só. Tenho amigos queridos. Tenho como a experiência de ter amado pela primeira vez um homem a ponto de cometer loucuras para passar um dia completo ao seu lado. Tenho a maldade necessária para não deixar ferir-me o coração com desilusões e vagabundos de plantão. Tenho a certeza de que se encontrar alguém que me ame de verdade, e que valha a pena investir tempo e recursos, vou viver tudo novamente e agora melhorado, porque a prática traz a qualidade, a excelência.
Nesses dias tenho me dedico ao trabalho, aos relacionamentos sociais que independem de sexualidade, aos meus livros e a possibilidade de um mestrado ou a aprovação em concursos públicos, a mim mesmo. Estou feliz, pleno, comigo mesmo!

Como canta o excitado negro, de voz meloso e deliciosa Vander Lee, "estou podando meu jardim, estou cuidando bem de mim"!

3 comentários:

Mineiro disse...

Olá, Marcinho...

Agora sigo suas confissões, pois antes apenas aparecia sem frequência. Gosto do que leio e gosto de seus avanços...
Também gosto da sua escrita.
Que bom poder ler textos sem tantos erros que atrapalham a leitura. Sinal de que está cuidando muito bem desta parte. Parabéns...

abraços
MM

Sou Quem sou disse...

Adorei o seu posts de hoje, vc sabe que me preocupo com vc,vc é um cara e fico feliz por ver que a cada dia estas crescendo, parabéns.
E saiba vc não esta só, logo verás isso, (no meio do estar sozinho, encontramos a mais bela companhia: a sabedoria)na medida que procuramos muito nada ou quase nada encontramos.
o mais interessante do seu post e do seu momento é: "tenho me dedico ao trabalho, aos relacionamentos sociais que independem de sexualidade, aos meus livros e a possibilidade de um mestrado ou a aprovação em concursos públicos, a mim mesmo. Estou feliz, pleno, comigo mesmo!",ou seja, esse conjunto é a regra básica para a vida de qualquer cidadão.
abraços amigão.

Marcinho Bartimeu disse...

Mineiro querido, se voce segue meus passos, também sigo os seus: prezo pela linguistica, tento a ponto de fazer uma especialização na area mesmo minha formação sendo jurídica. É sempre muito bom ler textos corretamente escritos, inteligíveis. Um dia ainda serei tão culto como tu és, sem deixar de ser alegre, simpática e educado como você também. Agradeço por passar por aqui, mesmo que esporadicamente. Saudades de conversar comigo no MSN, ver você fazendo caretas. Lindo você! Te gosto muito.

Sou quem sou, vc é sensacional. Um amigo especial, que guardo no fundo do peito. Quero muito viver alguns momentos reais contigos, pra conversarmos e alicerçarmos nossa amizade. Obrigado pelos conselhos e pelo exemplo que vc sempre foi pra mim! Abraço amigo!