segunda-feira, 20 de julho de 2009

FELIZ TRISTE DIA DOS AMIGOS

Hoje é o Dia do Amigo. Uma data que desconheço quem a tenha criado, bem como quais os motivos e as articulações comerciais por trás desta movimentação, e, principalmente qual o real significado dela. Outrora pensara eu que enquanto no armário, escondendo-me de mim mesmo e da sociedade a qual faço parte meus instintos sexuais, nunca poderia ter um amigo, um parceiro, que pudesse ao longo dos anos compartilhar intimidades, pedir conselhos e aconselhar quando solicitado, comemorar as vitórias e chorar as derrotas.

Assim, sonhava eu que, ao me auto-aceitar e assim passasse a conviver com pessoas com a mesma orientação sexual, poderia fazer amizades e criar - até mesmo levando em consideração as discriminações sociais que os estereótipos homossexuais sofrem da(na) sociedade - amizades maduras, que ultrapassam os assuntos meramente de preferências e experiências sexuais.

Neste intuito surgiu o Marcinho Bartimeu, minha segunda identidade, o meu segundo "eu" - primeiro no messenger, posteriormente num perfil no orkut e agora neste blog - com o intuito de conhecer pessoas, que assim como eu, são homossexuais, sabem os dilemas, os traumas, as indagações que passam na mente de uma pessoa 'diferente' da maioria heterossexual, e a partir daí criar amizades que me ajudassem a evoluir pessoalmente, como ser humano, cidadão, produtivo, apesar - e infelizmente - de ser sexualmente diferente da maioria da sociedade.

Ledo engano! Se desde 13 de abril de 2008 conheci muitos homens - e na sua maioria para experiências momentâneas de prazer sexual, experiências estas que não me arrependo de tê-las dito - hoje aqui estou, numa noite de segunda, depois de passar por messengers (verdadeiro e fake), orkuts (verdadeiro e fake) e blog (o verdadeiro já deletei, socialmente falando não aparento dilemas - este ficaram na área sentimental) sozinho, sem ter experimentado um grande amor com outro homem que estivesse na mesma sintonia, e também sem um grande amigo.

Falar que não consegui ninguém neste período que se transformou em amizade é mentira. Conheci sim. Mas como diz o ditado..."pessoas legais moram longe", minhas experiências neste intuito não poderia fugir à regra - só fugi a regra na hora de não ser heterossexual! Tenho grandes amigos virtuais que moram em Vitoria, Rio, Sampa, Curitiba, Uberlandia e outros municípios, todos longe das terras quentes do leste mineiro, longe das águas doces do Rio Doce.

Comemorar o Dia do Amigo para mim não faz muito sentido. Para estes acima enviei torpedos, scraps e email, porém o calor de um abraço, o afago nos cabelos, o sorriso sincero e os brilhos nos olhos que surgem quando a alma encontra em outra a confiança se desnundar, isto hoje - e como quase todo o meu passado - não encontrei.

A realização de encontrar um grande amor já é utópica demais para mim. A cada dia convenço-me mais e mais que o meio gay - e talvez ache explicações psiquicas e sociais para tanto - está em total decadência anos luz à frente da realidade heterossexual promíscua. Os gays, se por um lado promovem a movimentação na organização de instituições para a defesa de seus direitos civis, por outro, rebaixam-se cada vez mais em maior velocidade e quantidade na promiscuidade, no sexo fácil, sem necessidade de identidade, precisando somente de cú aberto e de um pau duro para a fudeção se completar numa esporrada fácil (desculpa ser objetivo em demasia por não usar figuras de linguagem ou sinônimos), que marca o corpo e a alma sem deixar rastros, tal qual um ladrão que rouba-nos quando estamos distraídos rua afora, levando de nós todo o nosso brio, deixando-nos a sensação de perda e de uso, e principalmente, a utopia de o mundo estar evoluindo para o progressão quanto organização humana e coletiva.

Se deprimo-me em relação às experiências sentimentais na homossexualidade - e só nesta, porque na heterossexualidade já não consigo nem me imaginar - gostaria muito de um dia encontrar pelas ruas da vida alguém pra chamar e viver dia após dia como um grande amigo. Para poder conversar sobre qualquer coisa, para poder rir, chorar, falar sério, concordar, discordar, argumentar, ouvir, me aconselhar, para poder abraçar quando a alma se ferida, para poder falar a verdade sem medo de que não irá ofender por não ser 'politicamente correto' em frente a situações onde só amigos podem e precisam ser ouvidos, para poder ficar no celular ou no messenger até altas horas conversando, fazendo macaquice na webcam, sem se apaixonar eroticamente falando, mas ao mesmo tempo se abrindo, saindo do armário e recebendo, no mínimo, a compreensão e aceitação de que na regra da sexualidade, a homossexualidade é a exceção.

Amigos, se você o tem, mesmo tendo passado o dia 20 de julho, comemore esta data. Valorize seu amigo, diga-o o quando ele é importante para sua vida. O abrace. O beije no rosto. Dê-lhe um presente. Amigos considerados e valorizados são jóias raras, de difícil encontro, como são as pedras preciosas das minas. Se você tem seu amigo por perto, não durma hoje sem falar com ele, e para ele, o quanto ele é especial para você.

Para os meus amigos, todos na categoria de "pessoas legais moram longe", também tenho uma mensagem, é a letra da música do vídeo abaixo. É uma musica cristã. Sei que alguns não são cristãos - porque assim como na sexualidade há exceções à regra heterossexualidade, na religiosidade brasileira, há exceções à regra da crinstandade, inclusive para não ser nada, nem exceção, nem religioso - mas peço que preste atenção à letra na parte que afirma que amigos são presentes ... e que mesmo cada um partindo para seguir suas vidas, a amizade nunca morre.

Enfim .... FELIZ TRISTE (no meu caso) DIA DOS AMIGOS...



2 comentários:

Rod Maciel disse...

Pois é, querido...
Eu ainda não perdi a esperança e estou completamente fora desse círculo promíscuo a q vc se refere do mundo homossexual. Eu prefiro ficar sozinho mesmo a me render tão fácil ao vazio.
Eu já acompanhei histórias muito bonitas de amor entre amigos meus: caras q queriam algo sério e estão construindo belas histórias. Vou torcer para q vc tb possa construir a sua.
Abraço =)

Mélker Rúbio disse...

achei lindo seu desabafo.
soh posso te dizer uma coisa, permita-se ser amigo de alguem, e surgirá muitos amigos verdadeiros a sua volta.
Feliz dia do amigo pra vc, mesmo vc nao sendo meu amigo. mas com certeza vc eh amigo de alguem.
linda musica, a conheço muito bem.
também conheço o cantor :)
O Léo é primo de uma amiga minha.
ele é otimo.
tenha um ótimo dia.
sucesso!!!!!!